A polícia de Hong Kong importou da China uma espécie de armadura anti-motim. O equipamento é bastante leve e o melhor de tudo, à prova de balas. Tudo isso para proteger os policias de ataques utilizando objetos afiados ou inflamáveis. Segundo o superintendente da Força Policial de Hong Kong, Kong Wing-chueng, a aquisição do material aconteceu muito devido aos violentos protestos pró-democracia que tem acontecido no território autônomo chinês.

Já são mais de 12 semanas de protestos e a polícia precisou reforçar suas defesas. A armadura de corpo inteiro é muito semelhante à utilizada pela polícia chinesa em Shenzhen. Muitas pessoas na internet compararam o equipamento com o personagem do filme de 1987 “Robocop”.

“Como empregador responsável, compramos qualquer equipamento que ofereça a melhor proteção aos nossos oficiais”, afirmou ele ao portal South China Morning PostO portal ainda informou que algumas fontes afirmaram que foram adquiridas pela polícia de Hong Kong cerca de 500 conjuntos da ‘armadura’.

A policia afirmou que essa foi a primeira vez que as forças do território autônomo chines receberam suprimentos do continente. Isso porque a força policial de Hong Kong costumava importar seus equipamentos do Reino Unido ou da França. A Grã-Bretanha suspendeu o fornecimento de gás lacrimogênio, entre outros equipamentos táticos policiais, para Hong Kong.

Eles alegaram que a decisão foi tomada devido a brutalidade policial contra os manifestantes. O jornal estatal chinês Global Times confirmou o pedido de 500 conjuntos de armaduras anti-motim. Além de revelarem os desenvolvedores do material, a Guangzhou Weifu Science & Technology Development, com sede em Guangzhou. Um relatório informou que a armadura é mais leve que outros trajes utilizados pela polícia e ofereceria maior proteção contra facas, balas e objetos inflamáveis.

Maior proteção

A Guangzhou Weifu Science & Technology Development, segundo o Global Times, também fornece equipamentos de proteção para outros países, como Israel, Iraque, Marrocos e Jordânia. Em seu site oficial, a empresa diz que trabalhou em alguns projetos com o Ministério da Segurança Pública da China.

South China Morning Post informou que cada uma das armaduras custou US $ 420. Já o Global Times estimou que cada a unidade do equipamento custou aproximadamente US $ 670. Uma fonte policial afirmou que a armadura seria capaz de proteger os policiais, além dos objetos pontiagudos, de armas de fogo pequenas, como uma “pistola calibre 22”.

As armaduras foram recentemente entregues à delegacia de Ngau Tau Kok, em East Kowloon. O material posteriormente foi distribuído a todos os policias em serviço na cidade. Cada uma das unidades de emergência será equipada com dois conjuntos de armaduras de proteção para os oficiais. Essas unidades ficam encarregadas de atenderem chamadas de emergência como roubos, violência doméstica, brigas, assaltos e outros crimes.

O equipamento cobre todo o ombro, além de proteger ao longo dos braços. A armadura também apresenta um placa torácica protetora, protegendo os principais órgãos vitais, e coberturas de pernas articuladas. No começo do mês de agosto, alguns policias realizaram exercícios de treinamento com a nova vestimenta.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

 

Por: fatosdesconhecidos